Descontos de: 1ª Compra: 10%, 2ª Compra: 20%, 3ª Compra: 25%, 4ª Compra: 20%, 5ª ou demais compras: 10%

Tratamento para diabetes sem insulina

12h28 - 5 de novembro de 2018

Pesquisadores holandeses parecem ter descoberto uma nova forma de tratar a diabetes tipo 2 sem a necessidade de injeções de insulina.

A nova terapia destrói a membrana mucosa do intestilo, estimulando o organizamo a produzir uma nova. Este processo seria capaz de estabilizar os níveis de açúcar no sangue de pessoas coma doença.

A equipe do Centro Médico Universitário de Amsterdã, na Holanda, realizou o procedimento em 50 pacientes. Um pequeno balão era inserido, com o auxílio de um tubo, até o intestino delgado do paciente. Lá, ele era inflado com água quente e a membrana mucosa era queimada pelo calor. Dentro de duas semanas, uma nova membrana já estava desenvolvida no organismo, levando a uma melhoria na saúde do paciente.

Com esse tratamento, os médicos notaram também outras melhorias, como a diminuição dos riscos cardiovasculares, cegueira, insuficiência renal e dormência nos membros.

Mesmo que o estudo ainda esteja no começo, os seus resultados já são considerados muito animadores pela equipe. Após um ano de tratamento, 90 por cento dos pacientes apresentavam estabilidade na doença.

“A questão agora é se isso é um tratamento permanente, ou se é algo que você tem que repetir, o que em teoria deveria ser possível. Analisamos se poderíamos interromper a insulina, o que ainda está em andamento, mas os primeiros resultados são realmente espetaculares, com a maior parte dos pacientes não mais usando insulina após esse tratamento”, disse Jacques Bergman, professor de gastroenterologia e coordenador do estudo.

Pessoas com diabetes tipo 2 com idades entre 28 e 75 anos são recrutadas agora para um estudo maior com 100 pacientes.

Compre com segurança

Ao entrar em qualquer página da Água Rocha Branca você pode observar na parte de cima do seu navegador o ícone de um cadeado. Esse cadeado (o certificado SSL) indica que você está acessando o site através de uma conexão segura onde somente você e os servidores da Rocha Branca conseguem saber quais informações estão sendo exibidas na tela.

Veja também

Mitos e verdades sobre o câncer de mama;

Seis hábitos contra o câncer de mama;